Empréstimos simulação: Como fazer simulação de empréstimos?

A maioria das pessoas já passou por aquele momento que o bolso aperta e não tem onde conseguir dinheiro. É nesse momento que começam as dívidas e é necessário um dinheiro extra para conseguir desafogar essa turbulência financeira do momento. É aí que você com certeza pensou em fazer um empréstimo, mas não sabe por onde começar.

Muitas dúvidas irão surgir, como o valor das taxas de juros, quantidade de parcelas, valor pago nas parcelas mensais, taxas. O melhor jeito de solucionar essas dúvidas são fazendo empréstimos simulação na internet. Desta forma, facilitará no momento de contratar, pois, você já terá todas as informações e poderá até comparar o que está sendo oferecido por cada instituição financeira.

O que são os empréstimos simulação?

Os empréstimos simulação são ferramentas disponibilizadas pelos sites das instituições financeiras, a fim de facilitar a vida de seus clientes. Eles oferecem a simulação de várias modalidades de empréstimo e opções pagamento. Assim, os clientes podem consultar isso no conforto de suas casas, sem ter que comparecer ao banco para fazer uma simples simulação. Evitando enfrentar trânsito, filas, esperas apenas para fazer uma pesquisa de qual melhor opção de empréstimo é melhor para o seu bolso.

Como funciona empréstimos simulação?

O processo de fazer empréstimos simulação é muito simples. Basta acessar o site da instituição financeira que você deseja ver as opções de empréstimo e conferir se eles disponibilizam a simulação online. Acessando o site você deve preencher o valor que gostaria de solicitar no empréstimo, informar o número de parcelas e inserir alguns dados pessoais. Após isso, em alguns minutos, você já tem disponível todas as informações desejadas.

Você consegue a retorno do empréstimos simulação quase no mesmo instante, e em muitos casos o site conta com um consultor online, onde você conversa e tiras todas as dúvidas que podem ter surgido.

Como acessar empréstimos simulação?

Para você fazer empréstimos simulação existem várias opções na internet, como:

  • Sites de cooperativa de crédito;
  • Sites de instituições financeiras;
  • Blogs de empréstimo;
  • Sites de bancos;
  • Aplicativos para smartphones;
  • Sites de banco de varejo.

Você pode escolher a opção que mais se encaixa no que você está buscando.

Cuidados com empréstimos simulação

Você sempre precisa estar atento as pessoas mal-intencionadas. Existem muitas delas no mundo e em todos os lugares que você pode imaginar.

Fique sempre atento em qual site você está fazendo empréstimos simulação, pois a maioria dos sites solicita as informações como: nº de RG e CPF, telefone, celular, e-mail, endereço, e esses dados na mão dessas pessoas podem te trazer grandes problemas.

Sempre preste atenção se o site que você está é oficial da instituição financeira desejada. Uma dica de como você pode conferir, é ver se na frente do endereço do site aparece um cadeado fechado, se ele estiver aparecendo, fique tranquilo, pois, o site que você está é seguro.

Viu como é simples fazer o seu empréstimos simulação, você vai precisar de minutos e conseguirá obter bastantes informações que irá te ajudar no momento da contratação do seu empréstimo.

Empréstimo Pessoal Online Dinheiro na conta em um só clique

Empréstimo Pessoal Online: Dinheiro na conta em um só clique

A proposta é excelente, quem não quer um dinheirinho extra na conta com um só clique? Parece mentira, mas não é, existem hoje diversas instituições financeiras que estão se especializando na concessão de empréstimos através da internet, sendo possível simular, realizar a avaliação de crédito e contratar a operação sem precisar ir a nenhuma agência bancária nem mesmo realizar nenhum telefonema.

Claro que se tratando de uma operação de empréstimo pessoal, existe a cobrança de juros e todos os custos envolvidos em uma operação de empréstimo normal, a grande vantagem de ser realizada de maneira online é a agilidade e praticidade ao usuário e também para a instituição financeira.

Dinheiro na conta inclusive para negativados

As instituições financeiras que disponibilizam crédito através da internet, possuem linhas de crédito disponíveis inclusive para pessoas negativadas, normalmente são liberadas para este perfil de cliente linhas de empréstimo consignado, onde as parcelas são debitadas diretamente na folha de pagamento do tomador do credito, o que é bastante vantajoso para instituição financeira que diminui muito seu risco de inadimplência.

É importante ressalta que mesmo nas operações de empréstimo pessoal online, as instituições financeiras vão solicitar os dados cadastrais do interessado, inclusive comprovantes de renda e residência. Tudo isso pois mesmo sendo uma operação online irá existir um trabalho de análise cadastral e de crédito para que a operação se concretize dentro dos parâmetros legais de um empréstimo.

Empréstimo Pessoal Online Dinheiro na conta em um só clique

Crédito Pré-Aprovado

Muitos Bancos, Instituições financeiras e administradoras de cartão de crédito, têm realizado campanhas com sua base de clientes, para oferecer linhas de crédito pré-aprovadas, baseadas no histórico de consumo e relacionamento do cliente com a instituição.

A grande vantagem das linhas de empréstimo pré-aprovadas é que a pessoa interessada pode por conta própria utilizar o recurso a qualquer momento, sem necessidade de nenhuma documentação adicional ou análise, tendo em vista que o tomador já possui relacionamento com a instituição.

Essas linhas de crédito podem ser contratadas através do internet banking de seu banco, via telefone através das centrais de atendimento, pelo celular nos aplicativos do banco e até mesmo pelo caixa eletrônico.

Nestes canais serão apresentadas todas as características, taxas e custos do empréstimo, além de permitir a seleção da quantidade de parcelas dentre as opções pré-aprovadas e o valor do crédito que se encaixem em sua necessidade.

Atenção com o Planejamento Financeiro e as taxas

De fato a movimentação do mercado de crédito para o mundo digital só tem ajudado e facilitado a vida de todos que precisam realizar uma operação de empréstimo. É importante ressaltar só que uma operação de empréstimo sempre deverá ser realizada com consciência já que a antecipação do recurso tem sim um custo e deve sempre ser muito bem planejada para que o empréstimo não se torne um problema.

Outro ponto bastante importante é sempre avaliar as taxas de juros envolvidas, nem sempre as operações mais simples de se contratar são as que possuem as melhores condições de taxas, é muito importante simular e entender outras opções disponíveis no mercado, para que o dinheiro fácil não acabe custando muito caro.

Como controlar as suas finanças com planejamento financeiro

Como controlar as suas finanças com planejamento financeiro

Hoje no Brasil existem diversas pessoas com dificuldades financeiras, com dívidas e negativação em órgãos como o SPC e Serasa, um pouco disso é reflexo da grave crise econômica que o país vem passando nos últimos anos, em conjunto com uma questão séria de educação no país, existe pouco investimento em educação financeira a população acaba muitas vezes perdendo o controle da situação por falta de informações sobre gestão financeira.

O Planejamento financeiro é a melhor forma de conseguir manter as contas sob controle e conseguir realizar com sucesso, objetivos e a conquista de sonhos como aquisição de um imóvel, automóvel e até mesmo liberdade financeira com a possibilidade de investimentos e renda extra provenientes destas aplicações.

Como controlar as suas finanças com planejamento financeiro

Entendendo sua Renda

O primeiro passo a ser considerado é avaliação da sua renda, muitas pessoas levam em consideração apenas o salário, porém é importante entender além do salário, todos os recursos e receita recebidas por você, uma forma bem prática de fazer isso é avaliar um ano completo de receitas, considerando os salários, férias, 13º salário, premiações, comissões e bônus caso seja funcionário. Caso seja empresário considere os pró-labores, distribuição de lucros caso e outras receitas, tomando sempre o cuidado para não misturar o fluxo da empresa com seu fluxo pessoal.

Além disso é importante considerar outras receitas, que podem ser restituição de impostos, recebimentos de alugueis, juros de aplicações financeiras, dividendos de ações, receitas de vendas de produtos, ou mesmo outras receitas provenientes de serviços extra realizados com base em sua profissão ou especialidades.

Entenda suas Despesas

O segundo passo, basicamente é realizar a mesma tarefa realizada com suas receitas, porém agora com despesas, é importante avaliar um período de por exemplo um ano, tudo o que foi gasto, analise seus extratos, cartão de crédito e todas as contas que pagou.

É importante nesta etapa classificar contas que são recorrentes, que ocorrem todo mês ou com uma frequência pré-estabelecida, como por exemplo condomínio, água, luz, aluguel, impostos. Além disso separe também algumas categorias como despesas com alimentação, lazer, dividas e investimentos realizados.

Só com a realização desta tarefa, normalmente são encontrados diversos gastos desnecessários que por esquecimento ou falta de acompanhamento foram sugando recursos que poderiam estar sendo melhor aplicados.

Elimine os gastos desnecessários

Ao fazer o levantamento de despesas com certeza você encontrará despesas que não são de fato úteis, ou que não tem tanta relevância para sua vida. Alguns exemplos mais comuns são tarifas de manutenção de conta corrente, anuidade de cartão de crédito, seguros desnecessários, assinaturas de revistas e em alguns casos juros de empréstimos mais caros do que o padrão do mercado.

Uma dica neste momento é avaliar se de fato precisa manter a quantidade de contas correntes que você possui, avalie a troca de banco por instituições com menores tarifas ou com isenção de anuidade, busque trocar cartões que cobrem anuidade por outros isentos que também apresentem benefícios, elimine assinaturas de revistas desnecessárias, avalie seu plano de telefonia, tv e internet, normalmente já é possível uma boa economia anual com estas ações.

Comece a investir

O Último passo é encontrar um espaço em seu planejamento orçamentário para que comece a investir parte de sua renda, se conseguir aplicar todos os meses pelo menos 10% de sua renda, com certeza em alguns anos você terá uma receita financeira de aplicações que poderá complementar a sua renda até que consiga atingir sua independência financeira.